17 de Janeiro de 2010

Por baixo da praça du Parvis em frente a Notre-Dame, encontra-se a cripta arqueológica de Paris. A entrada passa algo despercebida, e não existe sequer muita sinalização, mas vale a pena procurar...

Não é por acaso que a cripta está neste local, como já se disse, a Île-de-la-Cité é por assim dizer o berço de Paris, mas foi só apenas no século XIX que profundas escavações deram a conhecer a cidade romana que ali existia, Lutécia...

A cripta está bem recheada de história, não só através das ruínas, mas também através de objectos, mapas, esquemas, ilustrações, vídeos, que conseguem dar bem a noção de como era Paris há muito, muito, muito tempo atrás. Mesmo assim, as escavações não terminaram, e a cripta ainda pode aumentar mais...

 

 

  

 

Como se pode ver nas últimas imagens com maquetes ilustrando a evolução de Paris até à Idade Média, a região não passava dum rio Sena correndo por entre meia-dúzia de montes. Mas bem, foi nesse mesmo Sena, que à 6500 anos umas canoas por lá passaram, e gostaram do sítio. Dois séculos depois estabelecia-se nas suas margens uma tribo celta chamada... Parisii.

Em 52 a.C. os romanos saquearam a pequena povoação, quando as suas pretensões os levaram a conquistar toda a Gália (a França, vá...).

Mas mesmo com a presença dos romanos, Lutécia não passava duma modesta vila de 5000 habitantes.

 

   

 

A cidade romanda de Lutécia podia ser relativamente pequena, ainda assim possuía termas, teatro, o fórum, templos, palácios e um grande anfiteatro...

O traçado ortogonal característico cobria não só a Île-de-la-Cité, como grande parte da margem esquerda do Sena.

 

  

 

 

É então que as invasões se iniciam, e a cidade muda de nome para Paris.

Na Idade Média, a cidade inicia um processo de crescimento a todos os níveis, impulsionado sobretudo pela Igreja...

Da cidade romana, sobram as muitas ruínas que podemos ver na cripta, e pouco mais.

Já da época medieval, a Catedral de Notre-Dame é o grande símbolo, com a cidade a desenvolver-se a partir de lá. Pode ser visível nas fotos anteriores de maquetes representando a densa cidade medieval que existia sobre a ilha. Tão densa que até as pontes sobre o Sena serviam de base para edificar casas!

 

   

 

Nas fotos em cima, vestígios dos romanos, com destaque para a sua paixão pela matemática e engenharia, representada por alguns instrumentos e inúmeros projectos urbanísticos e de arquitectura presentes na cripta.

Em baixo, imagens da presença romana, e depois fotos de maquetes representando o que mudou da cidade romana e medieval para a actualidade. Pois apesar da catedral se encontrar intocável, o grande Haussmann, a mando de Napoleão III, fez romper praças e avenidas em seu redor assim como fez em toda a cidade de Paris, com o seu megalómano projecto urbanístico do século XVIII. Apesar das ruínas pouco demonstrarem, a cripta demonstra com muitos esquemas essa relação curiosa do que existia, e do que existe hoje...

 

   

 

Aproveitando o livrinho das assinaturas que tinha à saída da cripta e o facto daquele ser um dia especial, eu e a Vânia fizémos questão de deixar registada alguma 'História'... A Nossa, não a de Paris...

 

 

publicado por Nuno às 19:41

André Vieira:
Sabe qual o valor para entrar nesse lugar?
7 de Maio de 2011 às 04:07

Olá André,

Eu não paguei nada, porque mostrei o cartao de estudante e tenho menos de 25 anos.
Para os que nao estao abrigados a este tipo de desconto o preço ronda os 3 euros...
10 de Maio de 2011 às 19:00

Estive lá há 4 anos, pesquisei os pontos turísticos antes e depois de ir, pois pretendo voltar lá, e essa é a primeira vez que vejo essa informação. gostaria muito de ter descido lá. Nossa!!! Eu fui à Notredamme 2 vezes, poderia ter entrado na crípta...
11 de Setembro de 2012 às 16:27

Olá, a cripta está de facto mal sinalizada. Mas a maior parte dos livros turísticos indica a cripta. Dá sempre jeito ter um :)
11 de Setembro de 2012 às 17:37

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO