21 de Fevereiro de 2010

E agora um passeio pelo cais que rodeia a Île St-Louis...

Começando pela ponte St-Louis que liga esta ilha à Île de la Cité. Esta ponte é provavelmente a única via reservada a peões, por isso não é de estranhar que todos os dias hajam diversas actividades lá. Das poucas vezes que lá passámos, vimos por exemplo sessões gratuitas de massagens... Deste lado Oeste da ilha pode-se ter vistas porreiras da Île de la Cité, nomeadamente a catedral de Notre Dame, e os jardins em redor.

 

 

 

 

 

Contornando a ilha no sentido contrário aos ponteiros do relógio, fomos pelo Quai d'Orléans, donde se pode ver a ponte de la Tournelle, da qual se destaca uma escultura de 15 metros dedicada a Sainte Geneviève (Santa Genoveva?), a padroeira de Paris; e de seguida, pelo Quai de Béthune donde se pode ver também a ponte de Sully, que atravessa a ilha pelos dois lados...

 

  

 

 

Em baixo fotos do que se pode ver na ponta Este. Um imenso rio Sena que se volta a unir após 2 'interrupções'. Destaque para o romântico cais inferior, provavelmente um dos melhores locais da cidade para...

...jogar à sardinha, pois claro!

Subindo para o Quai d'Anjou, no lado Norte da ilha, volta-se a ver a ponte de Sully, sem a estrutura das obras de restauração que se viam no outro lado, e ainda a ponte Marie, ponte esta que chegou a ter edifícios de habitação no tabuleiro, o que levou a que a ponte caísse roubando a vida a 60 pessoas; depois desta tragédia, passou a ser proibida a construção de casas em todas as pontes de Paris. Após a reconstrução, a ponte Marie ficou com a particularidade de ter nichos entre os 5 arcos, mas nenhum possui uma estátua...

 

 

  

 

 

 

Após contornar pela Quai de Bourbon, e passar a ponte Louis Philippe, volta-se a encontrar a Île de la Cité. No cais inferior, destaque para os pescadores, que parecem não ter muito sucesso, e para as pinturas nos muros. Em dias de sol, todo o cais inferior da Île St-Louis é perfeito para se passar um dia inteiro, as vistas são excelentes, e o Sena fica brilhante...

Ver esquema das pontes que contornam as duas ilhas aqui.

 

 

 

 

E agora uma 'sessão fotográfica' no único jardim da ilha, na ponta Este, o Square Barye. Denominado assim em memória ao escultor Antoine Louis-Barye, este jardim do século XIX possui também um belo monumento em sua homenagem.

Apesar de ele estar bem coberto de vegetação, dos lados existem escadas de acesso ao cais inferior de onde se pode ter vistas incríveis do Sena (fotos algures em cima).

 

  

   

publicado por Nuno às 17:42

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19

22
23
25
26
27

28


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO