30 de Maio de 2011

No Sul de Paris, exactamente a separar a Cité Universitaire do centro, existe um simpático parque (mais um...), onde os estudantes só têm de atravessar a rua para encontrar o ambiente necessário para estudar (e não só...). 

Para mim, e em comparação com outros jardins e parques da cidade, este tem a particularidade de ter uma linha de RER a passar no meio do recinto, e ter as grades pintadas de azul, o que é muito estranho...

 

DSC03566-w307-h230.JPG DSC03553-w307-h230.JPG
DSC03557-w307-h230.JPG DSC03555-w307-h230.JPG

 

Para o resto do mundo, o Parc Montsouris tem a particularidade de ser o segundo maior no centro da cidade (a seguir ao 'montanhoso' Buttes-Chaumont), e é o que abriga a Estação Meteorológica Municipal. É um parque um pouco 'labirintiresco' (inventei a palavra agora à pressão) seguindo o estilo inglês, e possui um grande lago com muitas espécies de aves. Não é propriamente um refúgio natural como outros parques na cidade, já que podemos ver altos prédios a destacarem-se na paisagem, ainda assim, na parte mais a Sul, as árvores são bem altas e bastante 'densas'. Há estátuas bastante interessantes também...


DSC03560-w307-h230.JPG DSC03561-w307-h230.JPG
DSC03564-w307-h230.JPG DSC03565-w307-h230.JPG

publicado por Nuno às 01:38

Fim-de-semana de Páscoa, as confeitarias de Paris apelam ao sofrimento para quem olha para as montras, mas felizmente existem os Franprix com chocolates a menos de 50 cêntimos... Porém o meu sofrimento seria a dobrar: a Vânia aproveitou os voos lowcost, e meteu-se num voo da Easyjet para Portugal. Eu fiquei, e enquanto o dia do voo para Paris não chegava, havia que passar a Páscoa o melhor que pudesse... Chocolates, passear junto ao Sena a ouvir música, e...

 

DSC03598-w307-h230.JPG DSC03582-w307-h230.JPG

DSC03595-w307-h230.JPG DSC03597-w307-h230.JPG

... Dia Internacional da Luta de Almofadas! Isso mesmo... Paris era obviamente uma das cidades participantes e o local combinado era o Champ de Mars. Cada um levava a sua almofada, e chegadas as 15h, um 'amontoado' de pessoas começou a despejar a sua fúria, sem aleijar ninguém! Foi a loucura...

DSC03584-w307-h230.JPG DSC03585-w307-h230.JPG
DSC03588-w307-h230.JPG DSC03589-w307-h230.JPG

 

Para o próximo ano há mais...

publicado por Nuno às 00:59

23 de Maio de 2011

O Jardim do Luxemburgo foi-se tornando um local habitual, sobretudo para mim. É um dos locais mais agradáveis da cidade, e tal como muitos cidadãos, também passei a vir para aqui estudar, acompanhado da baguete e da máquina fotográfica...

A Primavera acaba de chegar, mas de forma muito tímida. O frio e o céu cinzento ainda estão bem presentes, mas nada que não faça encher as cadeiras de metal verde espalhadas por este belo refúgio 'natural'. E não é fim-de-semana...

 

DSC03526-w307-h230.JPG DSC03527-w307-h230.JPG
DSC03528-w307-h230.JPG DSC03529-w307-h230.JPG
DSC03530-w307-h230.JPG DSC03534-w307-h230.JPG
DSC03538-w307-h230.JPG DSC03541-w307-h230.JPG
DSC03545-w307-h230.JPG DSC03543-w307-h230.JPG

publicado por Nuno às 03:56

Um curioso jardim zoológico em metal colorido cobriu a cinzenta praça de La Défense. Foi uma exposição temporária, e infelizmente só conseguimos tirar fotos de noite. Mesmo assim é possível perceber o grande tamanho destas esculturas, prontas para um desfile circense que animou o quotidiano pouco recomendável do maior distrito financeiro da Europa.

 

  

 

publicado por Nuno às 01:36

17 de Maio de 2011

Aí estão alguns mapas relativos à Disneyland Paris.

O primeiro mostra de forma algo confusa os acessos ao recinto, ainda assim facilmente tem-se noção do percurso RER e do acesso rodoviário.

 

As duas imagens seguintes são retiradas dum esclarecedor mapa interactivo do site oficial, e que pode ser visto aqui.

O primeiro mostra toda o Disneyland Resort Paris. Como é possível ver, o Disneyland Park, no canto superior esquerdo, é uma pequena parte de todo o recinto. No segundo mapa, é precisamente este parque que está ampliado, com as suas 4 áreas temáticas.

 

 

publicado por Nuno às 15:27

Quando era um puto, o grande sonho colectivo da maior parte dos meus colegas era poder um dia ir à Eurodisney. Eu fui um dos sortudos, e em 1992, quando lá fui pouco depois do parque de diversões abrir, poucas memórias ficaram, salvo uma grande choradeira devido à presença dum rato gigante que me queria cumprimentar. Era o Mickey, mas com 4 anos essa associação era naturalmente complicada.

Passados quase 20 anos, surge a oportunidade de lá voltar, já sem o universo da Disney implantado em mim, mas ainda implantado na minha irmã, o que justificou um passeio em família. De qualquer das formas, além dos atractivos dum habitual parque de diversões, esperava pedir desculpas ao 'fofinho' rato Mickey...

No fim do fantástico dia, vi um parque que mudou de nome para Disneyland Park (para evitar a imagem monetária do termo 'euro'), vi um parque que se expandiu e muito, vi uma cidade americana muito bem recriada, mas não vi o Mickey. Parece estar demasiado velho para competir com Hannas Montanas e afins...

 

DSC03314-w307-h230.JPG DSC03315-w307-h230.JPG
DSC03317-w307-h230.JPG DSC03318-w307-h230.JPG
DSC03326-w307-h230.JPG DSC03331-w307-h230.JPG

 

Na verdade, o Disneyland Park faz parte dum gigantesco recinto de 2000 hectares chamado Disneyland Resort Paris, que não só contém 2 parques temáticos, como hóteis, centros comerciais, restaurantes, parque de campismo, lagos, centros de congressos e um capo de golfe. Tudo isto numa região que acolheu nos anos 60 a construção de uma cidade de origem chamada Marne-la-Vallée, a cerca de 30 km de Paris. Qualquer sensação de artificialidade à americana pode não ser pura coincidência. Neste dia fomos apenas ao Disneyland Park (e mesmo num dia não deu para ver tudo), e uma coisa é certa, desde o momento que se entra percebe-se que estamos num mundo à parte, a arquitectura, e o seu realismo, é verdadeiramente espectacular, garantindo diversão por todo o dia para miúdos e graúdos. Apesar da expansão do parque, que tem hoje mais 3 sub-parques que o original, a maior parte das diversões estão dirigidas às crianças mais pequenas, com absoluta excepção de duas montanhas-russas, a Indiana Jones e a Space Mountain...


DSC03345-w307-h230.JPG DSCF0046-w307-h230.JPG
DSC03334-w307-h230.JPG DSC03341-w307-h230.JPG
DSC03349-w307-h230.JPG DSC03350-w307-h230.JPG

 

Dos dois parques temáticos, o mais recente Walt Disney Studios Park teve de ficar de fora da visita, mas um dia aproveitaremos concerteza as viagens lowcost para uma segunda, ou terceira visita a Paris (voos Aigle Azur por exemplo), para explorar todo o resort. Quanto ao Disneyland Park, este possui então 4 sub-parques:

- Frontierland: dedicado ao 'faroeste' americano, possui um lago onde circulam os famosos barcos do Mississipi, e as grandes atracções são a Big Thunder Mountain e a casa assombrada;

- Adventureland: dedicado ao mundo dos piratas, esta área contém uma 'ilha do tesouro' com imensos 'cantos' por descobrir, desde grutas a casas nas árvores, e contém a montanha-russa Indiana Jones;

- Fantasyland: é o parque original, e podemos dizer que é inteiramente dedicado aos mais pequenos, com diversões que recriam filmes Disney mais antigos como o Pinóquio, Branca de Neve ou Peter Pan (fiquei com a sensação de que conhecia melhor estas personagens que todos os putos que por ali andavam);

- Discoveryland: o meu preferido, é dedicado à ficção científica, e possui a espectacular Space Mountain; Star Wars, Toy Story, e 20 mil léguas submarinas estão aqui representados, mas a segunda grande atracção é a experiência '4D' na sala de cinema Videopolis.


DSC03352-w307-h230.JPG DSC03353-w307-h230.JPG
DSC03355-w307-h230.JPG DSC03375-w307-h230.JPG
DSC03382-w307-h230.JPG DSC03384-w307-h230.JPG
DSC03386-w307-h230.JPG DSC03383-w307-h230.JPG DSC03385-w307-h230.JPG

Para chegar aos 4 parques, existe uma rua que recria as 'tradicionais' vilas vitorianas americanas, e termina no famoso palácio rosa da Cinderela (ou da Bela Adormecida?) que não é tão grande como parece nas fotos. É nesta 'main street' que podemos encontrar lojas, restaurantes, e muitos espectáculos... Tudo recriado ao pormenor, desde a calçada à decoração dos cafés, impressionante... Talvez por isto mesmo, a inauguração da Eurodisney foi alvo de muita polémica, em parte relacionada com uma espécie de 'invasão da cultura americana consumista' num país e num continente, que em cultura podemos dizer que são sagrados. Quem lá vai pode até pensar em lavagem cerebral 'à americana' aos miúdos, mas o que é certo é que a Disneyland Paris é apenas diversão e distracção para a pequenada (e para os graúdos também), e não substitui nunca uns dias passados no centro de Paris...


DSC03391-w307-h230.JPG DSC03393-w307-h230.JPG
DSC03392-w307-h230.JPG DSC03400-w307-h230.JPG DSC03402-w307-h230.JPG
DSC03425-w307-h230.JPG DSC03421-w307-h230.JPG DSC03419-w307-h230.JPG

 

Os cerca de 30 km que separam Marne-la-Vallée de Paris podem ser feitos de comboio urbano RER. A Disneyland é na última paragem da RER A em direcção a Este, e a frequência dos comboios em Paris é de cerca de 20 minutos (alguns RER A não vão até Marne-la-Vallée). A viagem dura cerca de meia-hora desde a estação Nation no centro da capital, e a partir daqui o comboio vai sempre à superfície e as vistas são muito interessantes (todos os dias faço este percurso para a universidade, e ainda não me cansei).

Para quem viaja de avião só para ir à Disneyland, convém saber que existem autocarros directos que partem dos aeroportos de Orly e Charles de Gaulle. O TGV também tem uma estação por estes lados.

É bom saber também, que tal como muitos outros parques de diversões, visitar tudo num dia só é possível não ficando à espera em filas, logo, há duas soluções: comprando o passe rápido, ou ir nos dias de menor afluência, que são as terças e as quartas-feiras.


DSC03428-w307-h230.JPG DSC03429-w307-h230.JPG
DSC03430-w307-h230.JPG DSC03481-w307-h230.JPG
DSC03471-w307-h230.JPG DSC03469-w307-h230.JPG

 

Resta agora visitar o Parc Astérix, e tecer as devidas comparações...

Anyway, foi um dia em grande!

publicado por Nuno às 14:33

10 de Maio de 2011

Um vídeo interessante que mostra uma forma de conhecer Paris em pouco tempo. Concerteza que faltam locais importantes, mas as imagens dão uma ideia do quotidiano e do ambiente cultural numa das mais míticas cidades do mundo...

 

publicado por Nuno às 19:00

09 de Maio de 2011

aqui tinha falado sobre o metro de Paris, duma forma mais pragmática. Mas de facto, tendo em conta todo o carácter 'cultural' das infra-estruturas que o envolvem, muito há a falar... Não vou escrever grandes textos, deixo apenas algumas notas daquilo que para nós mais caracteriza o metropolitano parisiense:

 

DSC06714-w307-h230.JPG DSC06590-w307-h230.JPG

DSC01603-w307-h230.JPG DSC04176-w307-h230.JPG

 

- Toda a decoração Art Noveau presente sobretudo nas entradas para as estações; é uma das imagens de marca da cidade.

- as linhas aéreas acabam por ser o mais bonito miradouro da cidade; mas o melhor é mesmo quando o metro passa por cima do Sena. Andar na linha 6 em Bir-Hakeim é obrigatório para quem visita Paris!

- Apesar da frieza e indiferença da maior parte das pessoas que utilizam o metro, é comum existir animação: se há espaço, até peças de teatro com marionetes se vê, se não há espaço, há quem cante; em qualquer caso dar uma moeda faz logo uma pessoa ganhar o dia...

- A velocidade do metro! Provavelmente não é tão rápida como o de Londres, mas ainda assim, nas carruagens mais antigas que tremem por todos os lados, é pior que andar de autocarro. Existe um tipo de carruagens que inclusive tem autênticos pneus nas rodas, uma medida económica do pós-guerra para tornar o metro mais rápido, e com travagens mais eficazes.

 

DSCN0859-w307-h230.JPG DSC04776-w307-h230.JPG
DSC01602-w307-h230.JPG DSC01056-w307-h230.JPG DSC01058-w307-h230.JPG

 

- O complexo sistema de túneis nas estações mais antigas, ora claustrofóbico, ora 'infinito'; percorrer de ponta a outra a estação central Châtelet-Les Halles é só para quem pode, e nem as gigantes passadeiras rolantes evitam as escadas em cada canto...

- O metro de Paris cobre toda, mas toda a cidade! É impressionante, existe uma estação quase a cada dois quarteirões... Sem exageros...

- Algumas estações, sobretudo as que partilham o serviço RER, chegam a ser uma cidade sem habitação (hum...)! Há de tudo um pouco, desde confeitarias, a supermercados passando por perfumarias; o meu destaque vai para uma daquelas máquinas de pôr moeda, que na Gare de Lyon apresenta estranhas proporções que permite a venda de todo o tipo de comida e bebida...

- O mito das estações-fantasma; não é mito, elas existem, mas o seu carácter misterioso existe em Paris de forma particularmente intensa; é normal usar-se estas estações por algum motivo abandonadas ou incompletas, para eventos culturais... Ainda não entrámos em nenhuma, mas já vimos entradas de metro sem fosso nem escadas...


DSC02937-w307-h230.JPG DSC02936-w307-h230.JPG
DSC03490-w307-h230.JPG DSC03109-w307-h230.JPG

 

- Se as estações do metro mostram o seu maior esplendor artístico nas entradas Art Nouveau, o seu interior em certas estações tem que se lhe diga: pinturas no tecto, paredes com motivos relativos ao monumento mais próximo, exposições permanentes com artefactos históricos, e até campanhas comerciais originais, como a iniciativa da Ikea de dotar algumas estações com sofás de sala de estar, um mimo. Não se pode mesmo é dizer que todas as estações de metro são iguais...

- Metros a passar de 2 em 2 minutos? Em Paris compensa, e não evita as enchentes em horas de ponta.

- A futurista linha 14! Metro sem condutor, cais com portões de vidro a proteger a linha, que só abrem quando o metro ali pára, ambiente 'film noir' e... plantas, isso mesmo, plantas junto ao cais...

- O Metro de Paris como valor cultural da cidade: cuecas com o mapa do metro é comum, mas serviços de chávenas?!


DSC01053-w307-h230.JPG DSC06715-w307-h230.JPG

DSCN0799-w307-h230.JPG DSC03492-w307-h230.JPG
DSC05335-w307-h230.JPG DSC05333-w307-h230.JPG

publicado por Nuno às 14:54

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
subscrever feeds
blogs SAPO