06 de Fevereiro de 2011

O primeiro mês deste novo ano foi particularmente estranho para nós...

Visto que nos tínhamos inscrito para fazer Erasmus apenas um semestre, Janeiro seria o nosso último mês em terras francesas (não existe forma mais amarga de dizer isto...). Um comum mortal pensaria em aproveitá-lo ao máximo, tentando conhecer mais um pouco de Paris, já que ainda havia tanto, mas tanto para ver!

Infelizmente, Janeiro é também o mês dos exames e das entregas de trabalhos no Institute Français d'Urbanisme, o que acabou por significar 4 longas semanas metidos dentro do quarto a estudar e a dar o nosso máximo. A tarefa veio-se a revelar muito mais complicada do que aquilo que esperávamos, já que a maior parte dos professores souberam exigir tanto como a sua falta de esperança em fazer passar alunos estrangeiros (se na Paris 8 fomos compensados pelo nosso esforço, no IFU éramos postos à prova a todo o instante). Não desistimos, e mostrámos de que é feita a raça portuguesa (quando ela existe)...

Um mês no qual raramente saímos de Saint-Denis... E quando íamos à rua, o cenário era este, muita neve, e com o canal completamente transformado em pista de gelo... (a segunda foto mostra uma das várias caixas espalhadas pela vila por estes dias, desconfio que seja sal para a neve).

 

DSC02891-w307-h230.JPG DSC02783-w307-h230.JPG
DSC02813-w307-h230.JPG DSC02812-w307-h230.JPG


Ainda nas duas fotos em cima, podemos ver o mais 'recente' centro de Saint-Denis com o seu aspecto moderno muito duvidoso, que foi tema dum trabalho que fiz para Histoire d'Urbanisme; até mesmo em época de exames, eu mantinha-me imperativamente ligado a esta vila periférica de muito má fama... E precisamente junto a este centro, fica a importantíssima Basílica de Saint-Denis. Já aqui tinha falado deste templo, e de Saint-Denis no geral, pouco depois de saber que seria aqui que íriamos morar por muito tempo... Mas agora tenho fotos mais pormenorizadas do primeiro edifício de estilo gótico do Mundo!

DSC02774-w307-h230.JPG DSC02775-w307-h230.JPG
DSC02777-w307-h230.JPG DSC02781-w307-h230.JPG
DSC02779-w307-h230.JPG DSC02793-w307-h230.JPG

 
Não havia tempo para visitar Paris, mas houve tempo para dar um saltinho a esta Basílica que fica a cerca de 5 minutos a pé de nossa casa.

A monumentalidade não chega à da Catedral de Notre-Dame, ainda assim, a sua história constitui um dos maiores tesouros de França. Foi aqui que durante séculos foram enterrados alguns dos seus reis (os túmulos estão à vista de qualquer um, mas protegidos por uma grade perto do altar, para que as pessoas paguem a visita guiada), e chegou a ser um importante local de peregrinação, para praticar o culto ao Santo Dionísio, ou Saint-Denis, que diz-se, foi decapitado, mas o corpo continuou a andar transportando a cabeça debaixo do braço, e só parou precisamente neste lugar! As pinturas e esculturas representando tal feito estão espalhadas pelos mais importantes monumentos de Paris.

Mas foi durante umas obras de remodelação, que o Abade Suger improvisou estruturas com formas pouco habituais, originando o estilo gótico na arquitectura, fazendo da Basílica o modelo oficial das catedrais que foram construídas nos séculos seguintes. Pelas imagens, percebe-se a estrutura e decoração mais do que vista nas grandes igrejas parisienses...


DSC02782-w307-h230.JPG DSC02791-w307-h230-1.JPG
DSC02784-w307-h230.JPG DSC02785-w307-h230.JPG
DSC02788-w307-h230.JPG DSC02789-w307-h230.JPG

 

Fim de Janeiro, e decidimos prolongar os estudos por mais um semestre... Este blog ainda tem muito para mostrar, duma cidade que não se visita nem num dia, nem em 4 meses pelos vistos!

publicado por Nuno às 02:31

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

28


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO