08 de Março de 2011

Este é provavelmente o post mais útil que aqui vou escrever. Visitar Paris em 6 dias, ou aliás, 5 dias mais o dia da viagem de chegada, é o suficiente para conhecer todos os monumentos básicos, alguns secundários e ainda dar algumas escapadelas como a ida a Versalhes. Este foi o plano que fiz aquando da visita do meu tio João (Johny p'ós amigos!). Particularmente esta foi uma 'semana excelente' também, pois apanhou um fim-de-semana a meio, e apesar do frio, o céu esteve sempre incrivelmente azul, em pleno Inverno... Talvez por isso, tirámos fotos para dar e vender, visitámos mais locais do que o planeado, e não tenho outra solução senão dividir este artigo em 3 partes, cada parte para cada par de dias...

Á semelhança da visita da Kátia e do Pedro, também o João aproveitou as viagens baratas para a Europa, e tomou o voo para Paris para nos visitar. Como era só um, ficou 'alojado' no nosso quarto em regime de pensão completa...

 

1º dia

Fim da tarde - Desta vez, o João não veio pela Easyjet, mas sim pela Ryanair, o que o obrigou a vir de Beauvais de camionete até Porte Maillot. Sendo assim, aproveitámos o facto de estarmos tão perto do Arco do Triunfo, para o visitarmos enquanto não anoitecia.

 

DSCN0190-w307-h230.JPG DSCN0192-w307-h230.JPG
DSCN0194-w307-h230.JPG DSCN0851-w307-h230.JPG

 

Noite - E porque Montmartre é mais giro de noite (o Moulin Rouge, os outros cabarets, e as lojas de taradices tão bem iluminadas...), acabámos por apanhar o metro (linha 2 vai lá direitinha) e ir até lá. Ainda deu para visitar o interior da Basílica de Sacré-Coeur, antes de nos metermos na RER D para regressar a Saint-Denis, onde uma bela caminha feita no chão do nosso quarto esperava o João...


DSCN0201-w307-h230.JPG DSCN0207-w307-h230.JPG
DSCN0208-w307-h230.JPG DSC03121-w307-h230.JPG

 

2º dia

Manhã - Acordar pela primeira vez bem cedinho em Saint-Denis, e carregar energias com um belo dum pain au chocolat, dá logo vontade de visitar tudo naquele dia, mas já que ali estávamos, nada melhor do que conhecer o centro desta vilazinha, e claro ir até à Basílica de Saint-Denis, o primeiro edifício gótico do mundo, e onde diversos reis franceses estão sepultados. 


DSCN0555-w307-h230.JPG DSCN0556-w307-h230.JPG
DSCN0212-w307-h230.JPG DSC02985-w307-h230.JPG
DSCN0213-w307-h230.JPG DSCN0214-w307-h230.JPG

 

Saindo na estação mais central de Paris, Châtelet-Les Halles, a ideia é que o percurso a tomar a seguir vá passando no máximo possível de pontos de interesse, tendo em conta que em Paris, sobretudo nesta zona, cada rua tem interesse, mas já lá vamos (depois posto um mapa com os percursos)! Visto que queríamos começar por visitar a Île St-Louis, fomos até lá passando pela Square des Innocents, onde fica a histórica fonte renascentista com o mesmo nome, e seguindo pela Rue Berger, quase toda pedonal, é possível ainda passar pelo Centre Pompidou (que não visitámos neste dia), e depois virar logo a Sul em direcção ao Sena. Antes de chegar à marginal ainda passámos na grande praça do Hôtel-de-Ville, ainda ocupada com a grande pista de gelo.


DSC02986-w307-h230.JPG DSCN0225-w307-h230.JPG
DSCN0232-w307-h230.JPG DSCN0233-w307-h230.JPG

 

Caminhando sempre junto ao Sena, alcançámos então a Île St-Louis, e fizémos um percurso simples de forma a percorrer a única rua central da ilha até ao extremo Este, e regressar em direcção contrária pelos cais. Já junto à única ponte que liga a Île St-Louis à Île de la Cité, é possível contemplar o Sena a rodear as ilhas que constituem o berço da cidade de Paris. Atravessámos a ponte, também pedonal, e assistimos à beleza arquitectural da cabeceira da Catedral de Notre-Dame.


DSCN0236-w307-h230.JPG DSCN0234-w307-h230.JPG
DSCN0235-w307-h230.JPG DSCN0238-w307-h230.JPG
DSCN0239-w307-h230.JPG DSCN0241-w307-h230.JPG

 

Já na principal e histórica ilha da cidade, aproveitámos o belo jardim do Square Jean XXIII para almoçar, antes de visitarmos o interior da catedral.

Despropositadamente, este dia não podia ser mais ideal para visitar Notre-Dame, era a primeira sexta-feira do mês e isso significava poder ver finalmente a suposta coroa de espinhos de Jesus Cristo. Por outro lado isto significava outra coisa: um local sagrado a rebentar pelas costuras...


DSCN0244-w307-h230.JPG DSCN0243-w307-h230.JPG DSCN0293-w307-h230.JPG

DSCN0283-w307-h230.JPG DSCN0288-w307-h230.JPG

DSCN0296-w307-h230.JPG DSCN0255-w307-h230.JPG DSCN0257-w307-h230.JPG

 

Tarde - Num dia tão bom como este, vale sempre a pena esperar na fila para subir às torres da Catedral. As vistas falam por si...


DSCN0262-w307-h230.JPG DSCN0271-w307-h230.JPG
DSCN0270-w307-h230.JPG DSCN0274-w307-h230.JPG

DSCN0276-w307-h230.JPG DSCN0275-w307-h230.JPG DSCN0269-w307-h230.JPG

DSCN0263-w307-h230.JPG DSCN0259-w307-h230.JPG

 

A última foto em cima, representa o Point Zero, o qual era utilizado para medir as distâncias de todas as cidades de França a Paris. Encontrar a marca na grande praça em frente a Notre-Dame não é propriamente fácil, mas basta procurar por uma aglomeração de 'corcundas' (nem mais!) a fotografar o chão.

De seguida aproveitámos o meio da tarde para conhecer o resto da ilha, caminhando até ao seu extremo Oeste onde o Sena se volta a unir, com uma infinidade de pontes a perder de vista...

E porque um bilhete de metro ainda é caro, e somos todos jovens saudáveis, continuámos a caminhar para Sul em direcção ao Panteão. Caminhada quase sempre em linha recta a partir de Saint-Michel, seguindo a Boulevard com o mesmo nome.


DSCN0297-w307-h230.JPG DSCN0298-w307-h230.JPG
DSCN0300-w307-h230.JPG DSCN0303-w307-h230.JPG
DSCN0302-w307-h230.JPG DSCN0308-w307-h230.JPG

 

Atravessando todo o Quartier Latin, pela Boulevard Saint-Michel, é possível passar por alguns importantes pontos de interesse como o museu da Idade Média e a mítica Universidade de Sorbonne. Já um pouco cansados (mas com a oportunidade de descansar nos belos jardins de Luxemburg), chegámos então ao monumental Panteão de Paris. Quase obrigatório para quem visita Paris, não tanto pelo facto de abrigar os túmulos das mais notáveis individualidades francesas, mas pela sua arquitectura neoclássica e decoração interior que goza literalmente com os pobres (depois de termos ido a Versalhes, esta afirmação perde alguma validade...).


DSCN0309-w307-h230.JPG DSCN0314-w307-h230.JPG
DSCN0315-w307-h230.JPG DSCN0324-w307-h230.JPG

 

Fim da tarde - Continuando a Sul, já com recurso à RER, fomos até aos limites de Paris, mais precisamente até à Cité Universitaire, onde o nosso estatuto de universitários nos permitiu ir jantar à fantástica cantina deste gigantesco centro de acolhimento para estudantes e investigadores estrangeiros. Para nós é particularmente interessante visitar esta Cité, porque além dos edifícios estarem dispostos por país e alguns com a sua arquitectura tradicional, é fascinante ver as condições em que esta malta vive, e estuda!


DSCN0323-w307-h230.JPG DSCN0320-w307-h230.JPG
DSCN0321-w307-h230.JPG DSCN0326-w307-h230.JPG

 

Visto irmos visitar Versalhes no dia a seguir, optámos por deitar cedo, e cedo erguer, que dá saúde e faz crescer, e então à noite não se visitou nada. Também por falar em noite, deixou aqui uma palavra de conforto àqueles que pensaram que eu ia postar as inúmeras fotos tiradas às taradices da Boulevard de Pigalle e Clichy, no 'red district' de Montmartre!

E pronto, não percam a parte 2 e 3 desta odisseia...

publicado por Nuno às 13:36

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
29
30
31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO