29 de Outubro de 2009

Saudades do stress de acordar cedinho para chegar a horas à universidade. Mas como bons portugueses que somos, chegámos tarde ao nosso primeiro dia de ERASMUS.

A tarefa não era fácil, o hotel F1 onde tínhamos passado a noite ainda era longe da Université de Vincennes-Saint-Denis Paris 8, na verdade estão em lados opostos em relação ao centro de Saint-Denis, mas o pior era mesmo ir com as malas no metro...

Lá fomos nós, a escorrer suor pela cara, e à procura duma sala que parecia não existir.

 

Segundo informações que fomos recebendo por mail durante as férias grandes, as aulas a sério só começariam no dia 3 de Outubro, até lá haveria uma espécie de curso de françês que duraria duas semanas para os estudantes estrangeiros. De qualquer das formas dia 21 de Setembro era para estarmos no gabienete da nossa coordenadora Erasmus de França, às 9.30. E não sabíamos mais nada...

 

Ao saírmos da estação de metro 'St-Denis Université', um pequeno edifício em azulejo branco aparecia-nos à frente, com ligações (através de pontes) com outros edifícios. A pressa com que estávamos fez-nos entrar no primeiro edifício que nos apareceu à frente, e depressa nos perdemos...Perante o emaranhado de corredores, e de grandes salões com diferentes cores e feitios, o desenrascanço (produto de origem portuguesa, quem não acredita ver http://www.cracked.com/article_17251_p2.html) fez-nos chegar ao gabinete da coordenadora em 6 minutos!!! O gabinete ficava num outro edifício mas com ligação por umas escadas exteriores nas traseiras do edifício em que entrámos inicialmente! Uff... que jóia de arquirectura...A universidade parece um autêntico castelo 'horizontal' feito em legos de várias cores...

 

 

 

20 minutos atrasados! A coordenadora depressa nos encaminhou para uma sala...Mas não era uma simples sala, era um enorme anfiteatro, com cerca de uma centena de alunos, todos estrangeiros. Uns de Erasmus, outros de intercâmbio brasileiro, todos a escutarem atentamente dois professores, um deles igualzinho ao Dr. House, que pena não ter tirado fotos, é que era mesmo, mas mesmo igualzinho. Já sem malas, que as deixámos no gabinete, sentamo-nos nas escadas juntamente com outros que chegavam tarde, o anfiteatro abarrotava de gente. Mas todos pareciam perceber o que os professores diziam, impressionante, porque eu não percebia nada... Mas fazia de conta que percebia; até me ria das piadas que os professores pareciam dizer. Felizmente a Vânia percebia tudo, e ia traduzindo...

 Aquilo era uma espécie de apresentação de boas-vindas. Falaram da universidade, deram-nos dicas, tiraram dúvidas, apresentaram-nos estudantes franceses que nos podiam auxiliar e falaram do curso que íamos ter nas próximas duas semanas: divididos em quatros grupos, cada grupo iria ter todas as manhãs uma aula relacionada com um tema sobre a cultura francesa; e todas as tardes haveria uma visita de 'estudo' em diversas zonas de Paris. Perante isto uma voz na multidão ergue-se:

 

-  Professeur, se vamos ter todos os dias ocupados, que tempo nos sobra para ir tratar de assuntos como alojamento, antes das aulas 'a sério' começarem??

(que tradução fantástica...)

 

Bem dito, pensávamos nós, curiosamente, eu e a Vânia tínhamos a mesma preocupação. Até que a professora pergunta logo a seguir:

 

- Quem daqui ainda não tem alojamento definitivo??

(mais uma tradução fantástica!)

 

Até que, três quartos, sim 3/4, 75%, dos alunos levantam o braço. Que cena insólita... Tão insólita que a professora depressa pergunta se alguém andava a dormir na rua ou algo do género, e muitos de nós fecharam simplesmente os olhos.

Um debate aceso se inicia discutindo a problemática do alojamento, e a professora não teve mais nada senão acalmar a multidão dizendo que não haveria problema se faltássemos algumas vezes ao curso...

Distribuíram-nos folhas com os grupos dividindo os alunos, e vimos que existiam apenas mais dois alunos portugueses, e apenas mais dois alunos que iriam estudar Urbanismo como nós.

A palestra acabou, e todos nós saímos do anfiteatro com um sorriso disfarçando curiosidade e excitação. Metíamos conversa uns com os outros, conhecíamo-nos o mais que podíamos, e saímos da universidade com a certeza de que a experiência Erasmus valerá a pena...

publicado por Nuno às 20:30

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
30


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO