23 de Dezembro de 2011

Num dia muito especial para os dois, decidimos ir almoçar para um parque porreiro, mas um que ainda não conhecessemos. Todos indicavam o Parc des Buttes-Chaumont. Não foi fácil chegar lá; primeiro o parque fica quase nos confins da cidade (19º arrondissement), e onde só chega uma tal de linha metro '7bis', uma espécie de extensão circular com apenas 8 paragens. Depois o parque fica numa colina tão alta que o cais do metro fica a uma profundidade monumental da superfície. Só há um elevador escondido, e as escadas assustam à primeira vista. Curiosamente umas cadeiras foram instaladas em cada patamar, mas não há quem queira perder tempo...

Valeu a pena chegar cansado, pois é provavelmente o parque verde mais fantástico e 'aprazível' da cidade...

 

 

Foi o barão Haussmann (quem mais?) que em 1860 decidiu arborizar uma antiga pedreira e lixeira, transformando estas colinas na terceira maior área verde da cidade (24 ha). Aqui há de tudo, lagos, uma ilha, pontes, uma cascata de 32 metros, grutas, relvados ondulados, pinhais e arvoredos exóticos, e ainda um templo romano no ponto mais alto. Este Templo de Sybil fica num gigante rochedo criado artificialmente no meio do lago, e lá as vistas são o que se pode ver nas fotos. Montmartre e os subúrbios Norte parecem estar a um passo. Não fosse a quantidade de pessoas que aproveitou o dia solarengo, e este seria um local completamente paradísiaco. Quem mora no 19º arrondissement só pode falar de qualidade de vida... Visita obrigatória...


 

publicado por Nuno às 14:56

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme
Procurar coisas:
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
24

25
26
27
28
29
31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO