20 de Agosto de 2012

Esta experiência Erasmus tem sido divida apenas entre o estudo e conhecer a cidade de Paris, não sobrando tempo nem para conhecer outras cidades francesas. Mas já que estamos no 'centro' da Europa, há que aproveitar cada oportunidade para uma escapadela além-fronteiras. Foi assim com a visita de estudo a Turim, e agora, em plena época de exames, com a visita à tia que mora em Basileia. Como bons portugueses que somos, fomos à pasteleria mais portuguesa de Paris comprar uma pequena caixa de pastéis de belém - era o primeiro requisito para termos onde dormir na Suíça -, e lá arredámos pé até ao aeroporto de Orly, para apanhar o voo da Air Europa...

 


O nevoeiro intenso cobria a cidade de Basel. Apesar de já cá ter vindo algumas vezes, não me canso de logo no primeiro dia ir caminhar pelo centro histórico e visitar os maiores símbolos da cidade. A Marktplatz, isto é, a praça central, é famosa pelo seu mercado diário de legumes e flores, mas sobretudo por servir o magnífico edifício da Câmara Municipal, chamado de Rathaus. Depois de muitos meses habituados aos tons brancos e acizentados de Paris, o efeito surpresa desta colorida arquitectura tão diferente mas tão próxima, é intensificado.


 

Os tons avermelhados e as formas góticas são pormenores interessantes, mas o mais impressionante da Rathaus é mesmo as pinturas detalhadas que cobrem cada canto... Fachadas exageradamente decoradas (e interiores como o caso do edifício dos correios) é o que não falta no centro de Basel, característica aliás da antiga arquitectura germânica, porém, praticamente todos os edifícios se encontram muito bem conservados. Preconceitos à parte, uma sociedade desenvolvida é também isto: um centro histórico bem cuidado com poucos automóveis, muitas vias pedonais, e bicicletas, muitas bicicletas...

 


Basileia é considerada a capital cultural da Suíça, e apesar de ser a terceira maior em termos de população, continua a ser uma cidade globalmente pequena, o que nos permite conhecer a zona histórica em pouco tempo. No entanto, a sua localização previligiada, ou seja, entalada entre a França e a Alemanha, fez dela um local historicamente e economicamente importante. Hoje é sede das principais empresas farmacêuticas da Europa, e isso nota-se com a presença de alguns monstros arquitectónicos modernos que aqui e ali vão distorcendo a paisagem que acompanha o rio Reno.





Continuando o nosso passeio pelo centro, chegamos a uma famosa fonte da autoria de Jean Tinguely. As estruturas metálicas que brincam com a água fazem lembrar a fonte Stravinski junto ao Centro Pompidou de Paris; não admira, pois o criador é exactamente o mesmo. Esta fonte fica perto da terceira igreja mais importante da cidade, e por isso lá entrámos com o objectivo de usufruir das vistas da torre. Ora, uma sociedade desenvolvida é também isto: o interior desta igreja é utilizado para concertos, discoteca, e ainda possui um bar! Cá em cima, o nevoeiro permitiu-nos boas fotos do skyline de Basel.



É realmente uma cidade assumidamente medieval, bem mais semelhante à cidade do Porto, mas com algo único: os longos telhados bicudos, os únicos capazes de evitar a acumulação de neve, e permitir belos postais de Inverno ao mesmo tempo. O maior símbolo arquitectónico da cidade é também uma igreja e data do século XIV. A avermelhada catedral de Basel está assente numa alta encosta junto ao rio Reno, e por isso, as suas torres já de si altas, podem ser vistas desde os confins da cidade. Inicialmente uma catedral católica, hoje é uma igreja protestante em processo de reabilitação, o que infelizmente condicionou a nossa visita...



As traseiras da catedral ainda se mantêm como o melhor miradouro da cidade (ou será mirareno?). Mas isso fica para a segunda parte deste saltinho a Basel...

publicado por Nuno às 21:11

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores
Procurar coisas:
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
28
30
31


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
28
30
31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO