01 de Dezembro de 2009

Este post podia muito bem estar na secção dos 'vícios e rotinas', na verdade foi mais de um mês que eu e a Vânia tivemos de nos desenrascar para não acarretar com 180 euros em despesas de transporte! Mas eu explico:

- Aqui, existe o típico passe mensal, chamado Navigo, com o qual se pode andar em qualquer transporte público de Paris, e que é carregado todos os meses pelo utilizador. Vantagens: o passe é feito na hora...Desvantagens: é caro...

- Depois existe o passe de estudante, chamado ImagineR, com o qual também se pode andar em qualquer transporte público de Paris, mas que tem de ser carregado para um ano lectivo. Vantagens: mais barato, e além disso, a câmara municipal de Saint-Denis faz um desconto de 50%...Desvantagens: demora cerca de três semanas a ser feito, na burocracia do costume (sim, aqui também existe disso)...

 

 

Nossa solução possível:

- mandar fazer o passe de estudante no ínicio de Outubro, para que ele esteja activo a partir de Novembro. Até aqui tudo bem, no entanto para o mês de Outubro precisaríamos dum passe Navigo, que custa 90 e tal euros!

Nossa solução mais que possível:

- estávamos nós à espera de ser atendidos nos serviços de transporte (RATP) para solicitar dois passes Navigo, quando me ponho a observar as máquinas de validação da estação de Saint-Denis, mas sobretudo as técnicas espectaculares que a maior parte das pessoas usava para passar pelas máquinas sem validar... É então que me viro prontamente para a Vânia e digo: Pede só um passe!! A ideia é simples, eu valido o cartão na máquina, as portas abrem, e nós passamos os dois juntinhos...

Resultado:

- dois dias a seguir fomos apanhados pelos fiscais da RATP...

 

 

Mas não desistimos, até porque o preço da multa tinha de ser compensado. Observámos melhor as técnicas dos nossos conterrâneos de Saint-Denis, aperfeiçoámos as nossas, e nunca mais fomos apanhados.

Hoje olhámos com saudade para aquele mês de Outubro em que eu e a Vânia erámos obrigados a ir sempre juntos para a universidade, para aproveitarmos a boleia dum só passe, e de como a ansiedade e o medo estavam sempre presentes quando chegávamos ao destino, apesar de já sermos profissionais (Ah pois, porque cada tipo de transporte - metro, RER - exigia uma técnica específica conforme a máquina de validação).

 

Bem, só espero que a RATP não tenha lido este post...

publicado por Nuno às 01:10

Estudantes do Institut Français d'Urbanisme

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores
Procurar coisas:
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Temperaturas por estes lados:
Weather in Paris
blogs SAPO